Início » Capoeira » Capoeira provoca transformação social e impacto na educação

Capoeira provoca transformação social e impacto na educação

Capoeira provoca transformação social e impacto na educação

Criada no Brasil, a Capoeira ganhou o mundo e conquista, a cada dia, mais adeptos nos cinco continentes. Misto de luta, dança, música e expressão cultural, foi desenvolvida pelos então escravos para se defender. Hoje, além de ser uma das facetas mais ricas da cultura brasileira, a capoeira na educação física pode ser uma importante ferramenta de transformação social.

Quer entender melhor? Continue com a leitura!

Capoeira no esporte e o impacto social

Cultura e esporte são dois fatores com grande impacto social. Eles costumam andar juntos, mas poucas vezes tão entrelaçados quanto na capoeira. Nela, luta, dança e música se fundem, criando uma poderosa junção. Mais do que ritmo, o atabaque, o berimbau e o agogô fazem parte de uma ferramenta capaz de transformar vidas.

Um bom exemplo disso é a utilização da capoeira em países marcados pela guerra. Haiti e República Democrática do Congo são alguns deles. Eles receberam projetos de capoeira na educação física para ajudar a curar feridas emocionais em zonas conflagradas.

Nesses países, foram desenvolvidos projetos baseados na metodologia da ONG Viva Rio. O foco da abordagem é reforçar o conteúdo pedagógico da capoeira ao confiar no desenvolvimento de jovens lideranças.

Segundo o coordenador de um desses projetos, Flávio Saudade, a modalidade ajudou a melhorar o quadro em locais marcados pela guerra e pela fome. Isto porque o Gingando pela Paz oferece um ambiente de proteção, onde os jovens encontram alguns de seus direitos fundamentais.

“Todos são úteis, necessários, especiais e contribuem para o crescimento do grupo. Este é o princípio para mitigar os traumas e o fascínio que a violência causa no ser humano, pois permite a transformação de dentro para fora”, afirma Flávio.

Resultados verde e amarelos

Quem conhece um pouco sobre capoeira sabe que não é preciso ir tão longe para encontrar resultados surpreendentes ligados à modalidade. O Brasil tem inúmeros casos de sucesso!

O Ministério da Educação realiza o Prêmio Professores do Brasil e distingue o trabalho de cinco profissionais da Educação Física na categoria especial “Esporte como Estratégia de Aprendizagem”.

André Luiz Cyrino, professor da Escola de Ensino Médio Mariano Martins, em Fortaleza, Ceará, foi um dos ganhadores de 2018. Ele se destacou, entre outras coisas, por utilizar a luta para trabalhar valores éticos, violência e agressividade com os alunos.

“Todas as atividades buscam estimular o contato com o colega, e promovem valores como humildade, respeito e amizade”, explica o professor André.

O professor cearense é um grande exemplo das possibilidades e do alcance da capoeira na educação escolar.

Ritmo da transformação

A música é um elemento básico da capoeira. Ela foi necessária para que os escravos treinassem golpes enquanto escravizadores penavam no que se tratava apenas de uma dança coreografada. Hoje, é a música que determina o ritmo da roda de capoeira.

Além disso, ela é um dos fundamentos que fazem da capoeira um esporte único. Verbaliza seu potencial cultural e otimiza sua capacidade de transformação social.

Quer saber mais sobre as músicas que embalam as rodas de capoeira pelo mundo? Então, ouça a playlist “Capoeira de Outra Maneira” no Spotify!

Integrante do Grupo Quilombolas de Luz Capoeira desde 1996. Professor e Aprendiz de Capoeira. Jornalista com Especialista em Marketing Estratégico pela Universidade São Paulo.

Lost Password

Please enter your username or email address. You will receive a link to create a new password via email.

EnglishGermanPortugueseRussianSpanish
Skip to toolbar